Dossiê Temático n. 3: Ingratidão

Como primeiro dossiê do ano, me foi proposto dissertar brevemente sobre algum dos materiais enviados para a I Mostra Latino-Americana de Arte e Educação Ambiental (MOLA), que aconteceu em novembro de 2019 na FURG, evento organizado pela Rachel, querida orientadora e amiga do grupo de pesquisa. Por sua vez, esses materiais consistem em fotografias, ilustrações e vídeos, que têm como tema a comunhão entre Arte e Educação Ambiental. Sendo mais específico, a proposta do evento vem na tentativa de oferecer reflexões acerca da importância do uso da Arte para se tratar de questões ligadas à EA.

Escrever esse texto está sendo um grande e difícil exercício pra mim, uma vez que desde criança eu apresento um certo bloqueio mental quando o assunto é Arte, muito devido à vivências na escola e à disciplina em si (meu gênio não batia com o da professora de Artes). No entanto, estando dentro da universidade, meus olhos se abriram para o potencial que a Arte tem de auxiliar no entendimento de vários assuntos, como no caso da Mola, ajudar no tratamento de questões ligadas ao meio ambiente.

Como a proposta do dossiê não é falarmos de nossas experiências traumáticas com a Arte, focarei minhas forças em cumprir com o que foi pedido, que é refletirmos sobre aquilo que foi gravado, ilustrado ou fotografado pelo/a outro/a. Diante disso, minha reflexão se dará em cima de uma ilustração chamada Gaia, realizada por Luciano Lima.

Assim que entrei em contato com essa ilustração, no dia do evento, muito me sensibilizou a beleza dos traços, pois já que eu não sei desenhar, me encanto por qualquer desenho que fique mais bonito do que os meus. Também me tocou a representação da Mulher como a progenitora de toda a vida na Terra, e se tratando de Gaia, que na mitologia grega é conhecida como Mãe-Terra, a ilustração tem por intuito nos fazer refletir sobre o quão dependentes somos da Terra, e por isso, devemos ser mais responsáveis quanto ao nosso modo de vida e seus impactos na natureza.

Modo de vida esse que já há muito tempo se mostra extremamente agressivo para com o meio ambiente, seja pela violenta extração de recursos naturais ou pela destruição do meio físico (queimadas, desmatamento etc.). E por se tratar de uma linguagem imagética, em muito contribui para nosso entendimento, já que através da observação da referida ilustração, falando de forma pessoal, me pareceu bem mais compreensiva a ideia de que somos todos filhos da Mãe-Terra e, portanto, temos o dever de cuidá-la em  prol de oferecer um mundo totalmente habitável para as futuras gerações.

Finalizando, registro aqui a minha mudança de mentalidade quanto ao uso e a importância da Arte, seja para estudá-la, propriamente, ou para utilizá-la como forma de aporte (no caso da Mola, aporte audiovisual). E, por tudo isso, devido a passar a reconhecer a real relevância da Arte, que já considero lançar mão de fotografias para a realização do meu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Por fim, deixo aqui uma questão para pensarmos sobre: levando em conta a referida ilustração, se a Terra é nossa mãe e cuida de nós, nos provendo todo o necessário para vivermos, por que não cuidamos e nem damos a devida atenção à ela?

Título: Gaia / Modalidade: Ilustração
Linha de pesquisa: Raízes dos Fundamentos da Educação Ambiental
Artista: Luciano Lima

A educação ambiental é fundamental para contribuir na formação de uma relação de cuidado entre o ser humano e o ambiente no qual está inserido. Na mitologia grega Gaia é a Mãe-Terra, progenitora de todos os seres vivos. Sendo um dos filhos de Gaia, o homem, a partir de uma educação ambiental, pode compreender a importância de respeitar as diversas formas de vida que compartilham o planeta. Técnica e materiais utilizados: Técnica tradicional de desenho. Foram utilizadas para a produção da ilustração canetas nanquim 0.05, 0.2, 0.5 e aguada de nanquim em papel Canson 300, tamanho A4.

Acesse o dossiê completo aqui
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Graduando em História (FURG).
Tema de pesquisa: